©2019 Marcos Ariel - Site made by www.diogobrownbass.com

     Marcos Ariel 

  Pianista, cantor e compositor carioca.

Nascido em fevereiro durante o Carnaval do Rio, Marcos Ariel tem a típica alma carioca.  Esse fato foi fundamental para sua formação profissional: o estilo do músico sempre foi definido pelos críticos como "puramente carioca".  A partir disso, Marcos Ariel teve a ideia para a gravação de seu trigésimo disco, o EP Soul Carioca, um projeto que contou com o apoio de colaboradores através da plataforma Embolacha.

As músicas do EP foram compostas e amadurecidas ao longo de suas temporadas no Rio Scenarium - Pavilhão da Cultura na Lapa, no Vinicius Show Bar em Ipanema e dos shows que faz regularmente nos EUA, desencadeando um projeto autoral e singular.

Desde muito cedo Marcos Ariel estudou piano e flauta, tendo sido bolsista da Escola da Orquestra Sinfônica Brasileira.  Foi através do Choro da Bossa Nova e do Samba que o então jovem músico optou por seguir os caminhos da “Música Popular”.

As rodas de Choro,  que participava como flautista, no “Cantinho da Fofoca”, em Botafogo  e  no ”Barril 1800”, em Ipanema, além da Bossa Nova que ouvia na sua coletânea de LPs, foram fundamentais na sua formação musical, como compositor e interprete.

 

Marcos começou sua carreira profissional como flautista e pianista, tendo tocado em diversos grupos de Choro,   com o Mestre Cartola, Johnny Alf, Banda Black Rio, a dupla Kleiton & Kledir, Eliana Pittman, Zezé Motta entre outros.

Com o lançamento de seu aclamado álbum Terra do Índio nos anos 90, começou a viver na ponte aéra Rio/Los Angeles.  Nos Estados Unidos, gravou e lançou diversos CDs e os  críticos sempre destacaram o seu estilo como “puramente carioca” ou um ” Jazz com sabor carioca.” 

As seis faixas do EP Soul Carioca foram compostas por Marcos Ariel e gravadas no Estúdio Júpiter com a produção e parceria do engenheiro Eduardo Chermont de Britto.

As gravações tiveram a participação especial de Ricardo Silveira na guitarra e violão, Roberto Alemão Marques na bateria e Rômulo Duarte no contrabaixo. Como convidado extra  especial, o EP Soul Carioca contou com Paulinho Trompete que além do seu som genial, participou tocando e assinando todos os arranjos de metais.

Seu último projeto de 2019 é o CD WAIVE HUNTER, com o pianista e compositor Marcos Ariel, o grande guitarista Enéas Marques e o baterista e produtor, de renome internacional, Roberto Alemão.  

WAIVE HUNTER, album número 32 da carreira, condensa clássico e soul jazz, e é uma carta de amor musical ao oceano.  Foi criado por três músicos que compartilham uma paixão especial pelas ondas do Rio de Janeiro e da California.